REALISMO – RESUMO: CARACTERÍSTICAS, CONTEXTO HISTÓRICO, PRINCIPAIS AUTORES E OBRAS DA ESCOLA LITERÁRIA

Quer entender o que aconteceu no movimento literário Realismo? O Vá Ler Um Livro te ajuda! Veja esse vídeo antes, com um resumo do conteúdo. Depois é só ler nosso post para fixar a matéria e ver o resumo completo!



Realismo: Resumo e características da escola literária

machado de assis, autor do realismoNa primeira metade do século XIX, aconteceu o Romantismo na literatura. Até que surge o Realismo, um movimento Antiromântico. Chega de amorzinho e idealizações! Essa escola literária contava tudo que acontecia na época do jeito que as coisas realmente eram! Eles eram muito mais objetivos na escrita e a temática dos textos era mais universal (falava da sociedade e dos seus probleminhas – que não são poucos – em vez de falar das dores pessoais do autor, como era feito no romantismo).

Importante ressaltar que o Realismo começou na França, com a publicação de Madame Bovary. Em Portugal, um dos representantes desse movimento literário foi o Éça de Queirós, com “O crime do padre Amaro”. No Brasil, temos o Machado de Assis, que vamos falar mais adiante.

Principais características do Realismo

– descritiva: a literatura descrevia o que acontecia na sociedade.

– objetiva: falava o que realmente se passava, com objetividade.

– universal: as obras não tratavam somente do “eu”, mas dos problemas de todos.

– verossímil: os livros debatiam e discutiam o que estava acontecendo .

– análise psicológica: personagens apresentados geralmente por terceira pessoa, por um narrador onisciente que sabe tudo que se passa com o personagem.

– crítica política/crítica social: não apenas descrevia e mostrava o que se passava na sociedade da época, mas propunha uma reflexão sobre os temas.


Contexto histórico do Realismo

Muita coisa estava acontecendo daquela época! Fundamental entender todas as questões histórias para também entender a literatura no Realismo.

Alguns fatos importantes que marcaram o período:

– Segunda Revolução Industrial.

– Segundo reinado e D. Pedro II quase indo embora.

– Abolição da Escravatura.

– Imigrantes começando a vir para trabalhar no lugar dos escravos.

Quem foi Machado de Assis?

Um dos principais escritores brasileiros de todos os tempos foi da época do Realismo.

Machado de Assis teve uma mega importância para a época e, na real, até hoje ele é super importante. Você provavelmente já leu alguma coisa dele como os contos Uma Senhora, Uns Braços ou seus romances (Memórias Póstumas de Brás Cubas e Dom Casmurro estão entre os mais famosos). O Machado, além de escrever uma porção de textos, fundou a Academia Brasileira de Letras.

Foi também nesses tempos que a profissão de escritor passou a ser considerada importante para explicar o que estava acontecendo na sociedade. Machado teve duas fases na sua carreira, e vamos falar delas agora.

Fase Preparatória

Foi a fase em que Machado estava saindo do movimento romântico. Algumas das obras do autor nessa época foram “Ressurreição”, em 1872, e “A mão e a Luva”, em 1874.

Fase Realista

A segunda fase de Machado já está toda dentro do Realismo e possui as características que citamos: descritiva, objetiva e com uma análise psicológica dos personagens. As obras mais famosos de Machado pertencem à essa fase: “Memórias Póstumas de Brás Cubas”, em 1881, e “Dom Casmurro”, em 1900.